O QUE SÃO PONTOS FORTES? PONTOS A MELHORAR? OPORTUNIDADES? AMEAÇAS?

ENTENDA UM POUCO MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO E APLIQUE-O EM SUA VIDA.

Todas as pessoas, sem exceção, têm pontos fortes e fracos. Os pontos fortes convencionam os recursos – a habilidade de alguém para desempenhar com maestria determinadas atividades. A abordagem dos pontos fortes tornou-se um clichê. Seja em entrevistas de emprego ou em eventos sociais, temos como objetivo tentar ilustrar nossas melhores facetas no intuito de sermos legitimados pelas pessoas ao nosso entorno. Afinal é o que nos torna mais atraentes e interessantes. Nem sempre a pergunta é direta – quais são seus pontos fortes? Mas, de um jeito ou de outro, todos procuram saber o que em nós nos diferencia das demais pessoas. Isso é fato.
Os pontos fracos caracterizam as dificuldades, pois fala da fragilidade que limita o desempenho no “melhor de si”. Culturalmente, desde que nascemos, somos levados a esconder nossos pontos fracos para nos tornarmos dignos das melhores avaliações. Tudo aquilo que compromete nossa “boa imagem”, acaba virando insumo de recalque. Furtamo-nos de reconhecer nossos pontos fracos e quanto mais investimos energia nesse processo, mais nos tornamos reféns desse padrão vicioso. É importante compreender que nossos pontos fracos, a despeito de não refletirem nossa melhor performance, podem indicar oportunidade de grande aprendizado e crescimento.
É preciso reconhecer que todos nós temos limitações. A perfeição não faz parte da condição humana. Somos por natureza seres imperfeitos em busca da excelência. Muitas vezes, quanto mais tentamos encobrir nossos pontos fracos, mais os tornamos visíveis e algumas pessoas, percebendo esse movimento, utilizam-se desse artifício como poder de manipulação e nos fazem reféns. Reconhecer e aceitar que temos pontos a serem melhorados ajuda a nos posicionar melhor diante das situações.
A ideia é aprender a tirar o máximo de proveito dos pontos fortes e administrar as limitações. Ter a percepção clara dos nossos talentos – aquilo que executamos com maestria e nos distancia de um lugar comum. Nosso diferencial. Como também, saber reconhecer nossos pontos fracos – aquilo que requer de nós maior esforço e dedicação no plano de execução. Usar com maturidade o registro das nossas vivências aliado ao conhecimento de si mesmo e a partir daí construir estrategicamente as diretrizes que nos conduzirão ao pódio da realização pessoal.

forca-x-fraqueza-1

Como fazer para potencializar os nossos “pontos fortes”?

Nossos pontos fortes demonstram nossa fortaleza – o fator único pelo qual somos diferenciados. Potencializá-los depende somente da determinação em aprimorá-los através de treino e sofisticação de técnicas relativas à habilidade ou à atividade em questão. Como tudo é diretamente proporcional, quanto maior o esforço, melhor será o resultado. No processo de autodesenvolvimento vale dizer que o investimento maior deve ser feito no sentido de implementar melhorias no que tange aos nossos pontos fortes, uma vez que desenvolver as aptidões para as quais já somos propensos é bem mais fácil e prazeroso. Procure desenvolver hábitos os quais possam mobilizar consistentemente seus talentos.

Como identificar nossos “pontos fracos” uma vez que é tão difícil reconhecer e aceitar nossas próprias limitações?
O processo de identificação requer uma percepção das nossas fragilidades e nos remete diretamente ao conceito do autoconhecimento. Essa é a premissa básica do reconhecimento legítimo de quem somos e de como devemos nos posicionar. A identificação dos pontos fracos não foge à regra. É essencial que cada um assuma a responsabilidade pessoal de fazer uma investigação honesta de si mesmo. Registrar seus melhores recursos, como também suas limitações e resistências. Somente ao nos dedicarmos à descoberta das nossas características é que conseguimos perceber e compreender como somo, de fato. Uma vez identificados os pontos fracos é possível equilibrá-los e tirar proveito dos mesmos, utilizando-os estrategicamente a nosso favor.

forca-x-fraqueza-2
Somente o alinhamento das facetas fortes e fracas nos permite construir uma direção.
No processo de adequação dos pontos fortes e fracos é essencial ter consciência de que o modo como julgamos os acontecimentos ao nosso entorno influencia nosso humor e interfere na nossa qualidade de vida. Sem limitar-se à discriminação do que é “bom” ou “ruim” é crucial manter uma postura positiva e enfrentar as situações com leveza. O que às vezes nos parece um grande obstáculo pode, de fato, ser uma excelente oportunidade de aprendizado. Respirar e refletir sem ansiedade permite que o improvável nos brinde com boas soluções.
Se você é muito bom em determinada situação, usufrua dessa condição e procure, também, usar esse recurso em benefício de outras pessoas. Seus valores e qualidades expressam sua missão. Dessa forma, quando seus pontos fracos forem um impeditivo, você certamente poderá contar com apoio das pessoas a quem ajudou. A vida é uma via de mão dupla, seus pontos fortes, quando bem utilizados, valerão de crédito quando seus pontos fracos ameaçarem suas conquistas. O sucesso da sua trajetória profissional é proporcional ao comprometimento das pessoas em fazerem coro aos seus propósitos.

Fonte:  RH.com.br

 

logo-novo-click-ideal-equilibrio

TESTE – PONTOS FORTES X FRACOS

CONVITE À REFLEXÃO SOBRE SEUS PONTOS FORTES E FRACOS!

UTILIZANDO A FERRAMENTA DE AUTOCONHECIMENTO – ANÁLISE SWOT PESSOAL.

Análise SWOT é uma ferramenta utilizada para fazer Análise de Cenário (ou Análise de Ambiente), sendo usada como base para gestão e planejamento estratégico. É um sistema muito simples para verificar a posição estratégica de uma entidade qualquer, seja pessoa física ou jurídica num determinado ambiente. Em resumo a Análise SWOT auxilia a eliminar os pontos fracos em áreas onde existem riscos e fortalecer os pontos fortes em áreas onde se identificam as oportunidades.

O termo SWOT é uma sigla oriunda do idioma inglês – Strenght – Forças, Weaknesses – Fraqueza, Opportunities – Oportunidades, e Threats – Ameaças. Partindo do principio de que tudo aquilo que acreditamos influencia a nossa realidade, a Análise SWOT Pessoal leva ao autoconhecimento e desenvolvimento pessoal da capacidade realizadora. Também permite uma constante melhora do indivíduo levando-o a uma vida mais equilibrada, produtiva e feliz. É uma ferramenta de desenvolvimento pessoal com base no aprendizado constante, tanto no aspecto pessoal quanto no profissional.

Para essa análise não precisamos de nada além do que um quadro como o abaixo:

STRENGHTS (Forças)

OPPORTUNITIES (Oportunidades)

WEAKNESSES (Fraquezas)

THREATS (Ameaças)

Formulei as seguintes perguntas para uma Análise SWOT Pessoal:

Strengths/Forças – Perceba quais são as suas vantagens como pessoa ou profissional.

1- O que você faz melhor que as pessoas à sua volta?

2-  Qual característica sua geralmente é mais elogiada?

3- Quais valores você tem que os outros não conseguem ter?

4- Você faz parte de algum grupo informal? Se sim como ele pode ser um ponto forte para você?

5- Qual experiência que você possui que ninguém possui?

6- Quais os recursos que você tem acesso que mais ninguém tem?

Weaknesses/Fraquezas – Identifique as áreas em que haja maior conflito.

1- Em que aspectos você pode melhorar?

2- Que tipo de atividade ou atribuição você ainda não faz satisfatoriamente?

3- Quais tarefas você evita no seu dia-a-dia e porque?

4- O que você não se sente confiante em fazer?

5- Você se sente confortável com sua formação? Se não, qual detalhe dela que mais lhe causa este sentimento?

6- Existe alguma característica pessoal que você acha que te atrapalha? (Por exemplo, você precisa falar em público e se sente tímido).

7- As pessoas geralmente esperam algo de você e, por mais que tente, não consegue atender as expectativas?

8- Quais são seus vícios no trabalho/vida pessoal que geralmente podem irritar outras pessoas (por exemplo, ficar estressado fácil, chegar atrasado)?

Opportunities/Oportunidades – Esforce-se para descobrir as forças que possui e que não estão sendo bem utilizadas.

1- Você mantém contato com seus antigos colegas de classe/trabalho e demais pessoas ligadas à sua vida profissional?

2- Você está ligado à novas tecnologias ligadas à sua área?

3- Qual seu nível de interação com pessoas da sua área?

4- Onde existem oportunidades que ninguém está aproveitando? O que você pode fazer para aproveitá-las?

5- Quais as novas tendências que estão surgindo que você pode aplicar ao seu dia-a-dia/local de trabalho/vida pessoal?

Threats/Ameaças – Visualize o mundo exterior e seja também um pouco introspectivo para entender o que pode ser prejudicial ao seu objetivo.

1- Que obstáculos existem pela frente?

2- O que as demais pessoas, estão fazendo?

3- Você tem as competências necessárias para o atingimento do objetivo?

4- A tecnologia é um problema para você, ela ameaça seu objetivo?

5- Quais os obstáculos que você enfrenta hoje na sua vida (financeiro, de desenvolvimento, pessoal)

Então, respondendo com consciência a essas perguntas, analisando o momento pessoal e profissional, podemos traçar o perfil que desejamos para o atingimento do nosso objetivo é definir que rumos tomar a partir daí. Pode ser que já o façamos de outras maneiras, sem que se queira chamar de SWOT tal exercício, mas há que se ter em mente duas palavras quando tratamos de objetivo: reflexão e planejamento. Duas simples palavras e uma mesma forma de encontrar um caminho.

Muito bacana, não? Então que tal começar agora mesmo a aplicar a matriz SWOT na sua vida pessoal?

 

CLIQUE: Cópia de TESTE – PONTOS FORTES X FRACOS e  preencha o formulário no seu seu computador.

 

analise-swot-pessoal-3

Bom teste!

Click Ideal Equilíbrio

 

   

Compartilhe com seus amigos...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
silmara on Bloggersilmara on Facebooksilmara on Googlesilmara on Instagramsilmara on Youtube
silmara

Silmara Regina Carlos – Educadora, Life Coaching ISOR®, Treinamento e desenvolvimento de pessoas. Palestrante abordando os temas: Desenvolvimento Pessoal, Qualidade de Vida e Equilíbrio entre a Vida Pessoal e Profissional. Especialista em Gestão de Pessoas, graduada em Pedagogia, Letras e Coach – Instituto HOLOS – Certificação ICF International Coach Federation.