SER ansioso ou ESTAR Ansioso? A Pandemia provoca sensações

Prezado Leitor (a), Você é ansioso (a)? Ou está ansioso (a)?

O que é ansiedade?

Estado de ânimo que provoca alterações emocionais e físicas. Traduzindo: Quando o futuro é tão presente na mente da pessoa, que o momento atual “presente” deixa de existir. 

E a intensidade dos pensamentos e emoções é tão forte que a mente cria situações aparentemente muito realistas, fazendo com que a pessoa torne essa imaginação real. 

E a partir disto, suas decisões e atitudes são embasadas nestes sentimentos criados, porém, não existentes de fato. 

Ser ansioso

  • Insônia
  • Sudorese
  • Taquicardia
  • Alteração de humor
  • Irritabilidade

Entre outros sintomas prejudiciais na vida da pessoa.

Estar ansioso

Refere-se à um evento diferente da rotina cotidiana no qual a pessoa está passando ou passará, pois, o novo cria sensações, ações e reações que podem ser desconhecidas por nós. 

Ansiedade e Pandemia

O estado Ser ansioso fica mais intenso, deixando a pessoa mais irritada, incomodada com a situação e consequentemente poderá aflorar outras doenças. 

Como este estado já é normal no indivíduo, ele não percebe os males que isso causa, desta forma, procura pouca ajuda para sair do mundo ansioso que cria em sua mente.

Importante salientar que quando a pessoa é muito controladora, ela quer controlar o evento e suas consequências, como não consegue, a ansiedade fica mais intensa e descontrolada.

O estado Estar ansioso, é um situação que incomoda, porém, a pessoa tem ciência da causa, desta forma, possui mais consciência das consequências e procura manter o controle de seus pensamentos. 

Embora, possa ter insônia e outros sintomas, como não elabora cenários mentais tão “perfeitos” como quem é ansioso, consegue se manter num nível de consciência para aceitar e entender o ciclo natural das mudanças e saber que a situação vai passar. 

Deixando os efeitos são mais sutis. 

O que fazer para diminuir a ansiedade?

Por que escrevo “diminuir”? Porque todos os seres humanos possuem ansiedade e até certo grau, ela é importante e necessária. 

É ela quem produz aquela sensação de “borboletas no estômago”, pois é o sangue correndo com mais intensidade em nosso corpo e fazendo o coração ter inspiração para pulsar. É ela quem te faz acordar e planejar seu dia e suas metas. 

Impulsionando você para uma vida mais ativa, com sonhos realizados.

No entanto, prezado(a) leitor(a), o estado de ânimo ansioso em demasia não é bom, como nada sem o devido equilíbrio nos faz bem. 

Então já que não podemos eliminar a ansiedade, podemos diminuir o estado ansioso para níveis saudáveis … 

“O ontem não podemos mudar, o amanhã não podemos controlar, com essa temática entendemos que só o hoje é importante, o aqui e agora. 

O que você tem feito com seu agora?

Em relação a:

  • Sono
  • Programas assistidos na TV
  • Leitura
  • Escolha das redes sociais 
  • Alimentação

Cuidar da mente e do corpo neste momento é essencial. Devemos aproveite uma oportunidade tão única em nossa vida, fazendo algo que nunca fez, como por exemplo: comer uma comida diferente e fazer um suco natural. 

Se não gosta de praticar exercícios, procure fazer o básico, uma caminhada curta, mexer com flores e plantas, movimente seu corpo, até fazendo a faxina em casa vai distrair sua mente e assim, você consegue relaxar seus impulsos cerebrais, desfocando a preocupação com o futuro. 

Marque um compromisso com você, leia uma página, um capítulo de um livro do seu agrado. Escreva uma carta para alguém, ou para você mesmo. 

Não exija nada de si neste momento, simplesmente faça o que lhe agrada de forma comedida, por exemplo: gosta muito de cozinhar? 

Ótimo! Mas cuide-se!

Pois poderá ter a tendência de comer mais do que o necessário. 

Observe que tudo o que gostamos de fazer nos leva ao exagero, ou seja, fazemos mais do que precisamos, como por exemplo: se você gosta de ver séries, cuidado para não ficar muito tempo assistindo e assim sucessivamente. 

A ansiedade é um estado de ânimo plausível de ser controlado, no entanto, exigirá da pessoa uma certa disciplina e vontade de querer de fato mudar. 

A Pandemia chegou e assustou, deixando-nos ansiosos, portanto é neste momento dentro do problema, que devemos repensar em como lidar com as adversidades que estamos enfrentando e que iremos enfrentar por algum tempo. Até que a rotina volte ao seu normal. 

Sabemos que a Pandemia será controlada e acabará, não temos a data certa de quando será. Por isso, devemos cuidar da nossa mente para que as consequências Pós Pandemia não sejam avassaladoras no nosso viver. 

Desejo que se cuide! 

Se quiser deixar perguntas fique a vontade. Responderei todas. Até o próximo artigo.

VOCÊ PODE GOSTAR DE:

Lives sobre: E-book - Estratégias em Gestão de Pessoas

Marli Arruda

Psicóloga, Palestrante, Especialização em Psicologia Organizacional. Master Coach & Adviser credenciada pelo Instituto Holos . Possui mais de 20 anos de experiência como consultora empresarial, atuando diretamente nas estratégias em gestão de pessoas.

Adquira o livro com

Manual prático para engajar equipes

Sua equipe será beneficiada com as estratégias que o livro oferece. Clique no botão abaixo para comprar o seu.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Confira nossas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.

Open chat
1
Posso ajudar?
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram